No "Notícias Magazine" sobre novo álbum!

Este texto saiu no notícias magazine aquando do lançamento do novo álbum:


"Leva-me p'ra casa é o que ela pede no título do seu novo disco. O terceiro, depois de Magnolia e 67. Lúcia Moniz já não tem 19 anos, como quando começou. Está mais madura, mais bonita e até já é mãe. Pelo caminho tornou-se ídolo juvenil, vedeta das novelas e muito mais do que a filha de Carlos Alberto Moniz.


Em Portugal é das poucas figuras que aposta com igual intensidade numa carreira musical e de actriz ainda das poucas que concilia na sua música o português e o inglês. Podia ser uma vedeta com caprichos. Podia, mas não é, Lúcia Moniz é das artistas mais humildes nesta terra, daquelas que admite que ainda quer aprender tudo.

Deste disco novo salta ao ouvido uma força interpretativa mais cuidada e um inegável fôlego romântico, coisa que não é de espantar se pensarmos que o produtor foi Donovan Bettencourt, seu companheiro de viagem.

Como a capa deixa perceber, esta é uma nova Lúcia, sem sorrisos falsos e mesmo com um toquezinho de mulher fatal. Fatal mas não muito preciso manter o estado de graça de simpatia iniciado com o papel importante em Love Actually-O amor acontece, o filme inglês de Richard Curtis que a juntou a Colin Flirth, Hugh Grant e Emma Thompson.

Desde aí tornou-se numa especie de talismã internacional do cinema português, com Liam Neeson e Laura Linney a elogiarem publicamente as suas virtudes. Seguramente por isso.

Chegou a residir em Londres, onde estudou representação e ficou a ver se surgiam mais convites internacionais. Não chegaram mas quem chegou foi o primeiro bebe e a oportunidade de fazer teatro em Portugal.

Por estes dias está de corpo e alma no seu país.

Diz-se que está caseira.

Quem disse que era preciso levá-la para casa?

Entre Lisboa e a ilha Terceira, o mundo de Lúcia faz-se de sonhos.

Entre o palco e os plateaux."



Fonte: Xana (obrigada) ;)

3 comentários