quinta-feira

Red Nose Day, Actually - Teaser Trailer

Simone de Oliveira 60 anos de carreira - Testemunhos

Prémios Sophia 2017 - O Mundo a Meus Pés

Prémios Sophia - Vencedores


Melhor Filme: "Cartas da Guerra" (O Som e a Fúria), produzido por Luís Urbano e Sandro Aguilar
Melhor Realizador: Ivo M. Ferreira, "Cartas da Guerra"
Melhor Actor: Miguel Borges, "Cinzento e Negro
Melhor Actriz: Ana Padrão, "Jogo de Damas"
Melhor Actor Secundário: Adriano Carvalho, "A Mãe é que Sabe"
Melhor Actriz Secundária: Manuela Maria, "A Mãe é que Sabe"
Melhor Argumento Original: Luís Filipe Rocha, "Cinzento e Negro"
Melhor Argumento Adaptado: Ivo M. Ferreira, Edgar Medina, "Cartas da Guerra"
Melhor Direcção de Fotografia: João Ribeiro, "Cartas da Guerra"
Melhor Montagem: Sandro Aguilar, "Cartas da Guerra"
Melhor Direcção Artística: Nuno G. Mello, "Cartas da Guerra"
Melhor Maquilhagem e Cabelos: Nuno Esteves "Blue", "Cartas da Guerra"
Melhor Som: Ricardo Leal, Tiago Matos, "Cartas da Guerra"
Melhor Guarda-Roupa: Lucha d'Orey, "Cartas da Guerra"
Melhor Banda Sonora Original: Mário Laginha, "Cinzento e Negro"
Melhor Canção: "Sobe o Calor", do filme "Refrigerantes e Canções de Amor", letra de Sérgio Godinho e música de Filipe Raposo
Melhor Documentário Longa-Metragem: "Mudar de Vida, José Mário Branco, Vida e Obra", de Nelson Guerreiro e Pedro Fidalgo
Melhor Documentário Curta-Metragem: "Balada de um Batráquio" de Leonor Teles
Melhor Curta-Metragem de Ficção: "Menina" de Simão Cayatte
Melhor Curta-Metragem de Animação: "Estilhaços" de José Miguel Ribeiro
Prémio Sophia Estudante: "A Instalação do Medo" de Ricardo Leite
Prémio Sophia de Mérito e Excelência: Ruy de Carvalho
Prémio Sophia de Carreira: Adelaide João
Prémio Sophia de Carreira: Elso Roque

Fonte: Academia Portuguesa de Cinema

Prémios Sophia (fotos)







Fonte: Flash, Delas, Move, Staronline e Academia de Cinema Portuguesa

terça-feira

"Trabalhar pro bono foi a nossa forma de colaborar com a causa"








Depois do enorme sucesso em 2003, "Love Actually - O Amor Acontece" regressa, desta vez, no pequeno ecrã. Lúcia Moniz voltou a vestir a pele de Aurélia e garante que a sua personagem está "feliz, mais sofisticada e fala melhor inglês"


14 anos depois, a atriz portuguesa volta a interpretar Aurélia para uma curta sequela de uma das comédias românticas mais populares do grande ecrã. A continuação do filme "Love Actually - O Amor Acontece" vai durar apenas 10 minutos e será exibida na televisão britânica, a propósito do evento anual de angariação de fundos Red Nose Day.

O convite para participar na curta-metragem foi uma surpresa para Lúcia Moniz. "Não estava à espera, embora a esperança nunca acaba", admitiu ao nosso jornal. "O autor do filme [Richard Curtis], que é o fundador da instituição Comic Relief [organizadora do evento], achou que seria muito oportuno fazer este reunião dos atores", justificou.


A atriz viajou até a capital britânica durante "três dias" para gravar a sua participação. "Em 10 minutos, apareço em dois. Foi um dia inteiro a gravar e foi repetir a cena várias vezes". "Foi ótimo reencontra-me com Colin Firth, Richard Curtis e a mulher, Emma Freud", recordou.



Para esta ocasião especial, tanto a equipa técnica como os atores aceitaram colaborar de forma gratuita. "O grande bónus foi reencontrar pessoas da equipa técnica que também tinha feito o filme e que estavam a trabalhar pro bono, aliás como todos nós. Foi a nossa forma de colaborar com a causa e foi muito bonito ver uma equipa gigante e de grande profissionais envolvidos no projeto", contou.


"Muito feliz" pela continuidade do filme, Lúcia Moniz não lamenta que este tenha apenas 10 minutos de duração. O reencontro, segundo a atriz, provocou uma nostalgia entre atores e equipa técnica. "Comentou-se a vontade de fazer uma sequela com o tempo merecido, mas não é nada garantido. É só um desejo que eu vou pôr na minha lista do Pai Natal", disse, entre risos.


A intérprete portuguesa voltou a contracenar com Colin Firth de quem diz ser "ótimo ator, um gentlemen e um ótimo colega". Sem adiantar pormenores sobre a trama que vai mostrar como está a vida das personagens 14 anos, Lúcia Moniz antecipa apenas que o público poderá ver a Aurélia "feliz, um bocadinho mais sofisticada e a falar melhor inglês".



A continuação de "O Amor Acontece" vai ser exibida na BBC One a propósito do evento anual de angariação de fundos Red Nose Day, da organização de solidariedade Comic Relief, no próximo dia 24, e contará com as participações de parte do elenco original: Liam Neeson, Thomas Brodie-Sangster, Hugh Grant, Martine McCutcheon, Keira Knightley, Andrew Lincoln, Colin Firth, Bill Nighy, Marcus Brigstocke, Olivia Olson, Rowan Atkinson e, claro, Lúcia Moniz.



Fotos bastidores da sequela "Love Actually 2"




Mais fotos clicar » Fotos bastidores