Lúcia Moniz: "Sinto-me privilegiada e com sorte"


Lúcia Moniz tem 34 anos e está ligada à música desde cedo. Ganhou o Festival da Canção em 1996
destaque
Lúcia Moniz: "Sinto-me privilegiada e com sorte"
09-06-2011

Lúcia Moniz lançou recentemente o seu novo álbum, ‘Fio de Luz’, que diz ter uma ligação directa com a cidade canadiana de Toronto. Sente-se feliz por ser reconhecida como cantora e actriz.

– Não pode queixar-se da sorte. Tem tido êxito enquanto cantora e também enquanto actriz...

– Sinto-me privilegiada e com muita sorte. Há projectos que têm vindo ter comigo, outros que lutei por eles, mas conseguir conciliar as duas facetas, conseguir que o trabalho seja reconhecido de ambos os lados é muito bom e sinto-me uma pessoa muito privilegiada.

– Quer falar um pouco do seu álbum que saiu em finais de Maio?

– O meu último álbum chama-se ‘Fio de Luz’, é um trabalho que tem uma ligação directa com o Canadá e com a experiência que tive com a beActive e com a Nightingale Company [produtoras], porque a maior parte dos temas que compus foi naquele país, nos meus tempos livres, no meu quarto de hotel. Levei o meu equipamento portátil e gravei muita coisa, e a minha grande inspiração surgiu a partir da cidade de Toronto. Considero que Toronto me inspirou em 90 por cento.

– O que a inspirou em Toronto?

– Todo o ambiente da cidade e o facto de ter tido uma oportunidade de estar sozinha. Ter essa disponibilidade para nós próprios é muito importante. Não é que eu despreze a disponibilidade que tenho de dar aos outros, mas valorizei muito esse tempo sozinha, o que me permitiu ter mais tempo para viajar em melodias, em ideias.

– Vai voltar à televisão para fazer novelas?

– Não posso dizer ainda... No seu devido tempo saberão, mas deverá ser no final do Verão, a seguir às férias.

– A propósito do Canadá, esteve na recepção dada em Lisboa a Linda Hamilton. O que achou da actriz?

– Achei uma simpatia, não estava à espera de tanta abertura. Acho que também tem a ver com a forma como os portugueses recebem as pessoas.

Fonte:Vidas
Enviar um comentário