Somam-se as adesões e apelos à participação na manifestação nacional de sábado

A convocatória da manifestação “Que se lixe a troika! Não há becos sem saída!”, que terá lugar em pelo menos 13 cidades portuguesas, foi subscrita por mais de 900 pessoas de todos os setores da sociedade portuguesa. Várias personalidades públicas de diferentes áreas, da política à cultura, apelam à participação na iniciativa agendada para o próximo sábado.
No blogue do movimento “Que Se lixe a Troika!”, e na sua página de facebook, têm vindo a ser divulgados inúmeros vídeos de apoio à manifestação agendada para o próximo sábado de várias personalidades públicas de diferentes áreas, da política à cultura. Os músicos Lúcia Moniz, JP Simões e João San Payo (Peste & Sida) e o grupo musical Rat Swinger, bem como o ator Luís Aleluia e a atriz Oceana Basílio, o escritor Mário de Carvalho, o cineasta e encenador Jorge Silva Melo, o fundador das Produções Fictícias, Nuno Artur Silva, o realizador e argumentista Vicente Alves do Ó, o encenador Jorge Castro Guedes, o argumentista e escritor Tiago R. Santos e o comentador político Daniel Oliveira figuram entre aqueles que quiserem deixar o seu contributo para a mobilização da manifestação “Que Se lixe a Troika! Não há becos sem saída”.
Aos vídeos somam-se ainda os inúmeros depoimentos escritos dos subscritores da manifestação, entre os quais o de Sérgio Godinho.
A Associação de Estudantes do ISCTE (AEISCTE-IUL) também já anunciou que “irá manifestar-se no próximo dia 26 de outubro, pelo direito à educação democrática, gratuita e de qualidade”.
Em comunicado, a AEISCTE-IUL sublinha que “os cortes na educação, para os estudantes, significam a exclusão cada vez maior do ensino superior, significa uma escola de elites em que só pode estudar quem tem rendimentos para o suportar” e acusa o governo e a troika de querer “destruir o ensino superior como o conhecemos hoje e a Constituição que o defende”.
A convocatória da manifestação já reunia, a 21 de outubro, mais de 900 subscrições de pessoas de todos os setores da sociedade portuguesa.
O protesto, que, em Lisboa, sairá da Praça do Rossio a partir das 15h e seguirá até à Assembleia da República (ver percurso), já foi convocado para 13 cidades portuguesas.
Pode consultar aqui a lista de manifestações:
Aveiro, Praça Dr. Joaquim Melo Freitas, 15h. Ver evento no facebook.
Braga, Avenida Central, 15h. Ver evento no facebook. 
Coimbra, Pç da República, 15h. Ver evento no facebook.
Faro, 15h. Ver evento no facebook.
Funchal, Pç do Município, 15h. Ver evento no facebook.
Horta/Faial, Pç da República, 11h. Ver evento no facebook.
Lisboa, Rossio - Assembleia da República (São Bento), 15h. Ver evento no facebook.
Portimão, Lg da Câmara Municipal, 15h. Ver evento no facebook.
Porto, Batalha – Aliados, 15h. Ver evento no facebook.
Setúbal, 15h. Ver evento no facebook.
Viana do Castelo, Pç da República, 15h. Ver evento no facebook.
Vila Real, Pç do Município, 16h. Ver evento no facebook.
Viseu, Rua da Paz, 15h30. Ver evento no facebook.
Fonte:Esquerda
Enviar um comentário