Apresentação do livro "Vou Tentar Falar Sem Dizer Nada" - 3/11/2013 na Academia da Juventude das Artes da Ilha Terceira


Lúcia Moniz, cantora e atriz portuguesa, vai estar no próximo dia 3 de Novembro pelas 18:30 na Feira do Livro do Outono Vivo, na Academia da Juventude e das Artes da Ilha Terceira, para o lançamento nacional do seu novo trabalho, o livro “Vou Tentar Falar Sem Dizer Nada” da Editora Marcador. A entrada é livre.
Esta não é a primeira obra de Lúcia Moniz. No livro “Taberna 2780”, de cozinha, editado pela Bertrand, ficou sob a responsabilidade da atriz a Montagem e Edição de Arte. Esta função valeu-lhe o prémio de Melhor Design Internacional atribuído pela “Best Cook Book Design” em 2011.
Filha de Açorianos, Carlos Alberto Moniz e Maria do Amparo, Lúcia Moniz optou por retratar a ilha Terceira num capítulo do seu livro, homenageando assim a terra que a viu crescer, as suas gentes e tradições.
“Vou Tentar Falar Sem Dizer Nada” é uma obra de fotografia, outra das suas paixões para além da música e da representação. Segundo a autora “a ideia do livro surgiu de um desafio feito pela Editora Marcador em concretizar a edição do meu primeiro livro de fotografias da minha autoria, depois de tomarem conhecimento da minha paixão por esta arte”, disse.
A quando da produção do livro, Lúcia Moniz teve oportunidade de falar com pessoas de diferentes locais do país e do Mundo e esteve em diferentes ambientes. Segundo a autora do projeto, as fotografias “resumem-se no resultado do momento que presenciei com a oportunidade de captura-lo naquele segundo exacto”. Ainda sobre as imagens, Lúcia acrescenta que elas “são apresentadas neste livro sem quase nenhuma explicação ou legenda para que as mesmas imagens que captei sejam interpretadas livremente pelo leitor/consumidor”.

A artista concluiu ainda que “a mesma imagem observada pela mesma pessoa, pode ter interpretações diferentes, em dias diferentes, dependendo do seu estado de espirito e da sensibilidade como a recebe” sendo esse o principal desafio que coloca a quem observa o trabalho que desenvolveu.

Agradecimentos especiais ao Nuno Pereira



Enviar um comentário