"Conta-me Histórias" com Lúcia Moniz

O programa "Conta-me Histórias", um dos projetos mais criativos e interessantes de promoção da música portuguesa realizados em Portugal, e que atualmente Gaia recebe, vai continuar a dar que falar (e que cantar).
Depois de no ano passado os mais diversos espaços culturais de Gaia terem recebido nomes como os Clã, Rita Redshoes, Mafalda Veiga, João Pedro Pais ou Sérgio Godinho, este novo ciclo de eventos arranca este ano com a cantora, instrumentista, compositora, atriz...Lúcia Moniz já no dia 16 de fevereiro, altura para esta Mulher de múltiplos recursos nos contar algumas das suas histórias, desta vez no Cine Teatro Eduardo Brazão.

Lúcia Moniz nasceu no seio de uma família de músicos. Os seus pais Maria do Amparo e Carlos Alberto Moniz mantinham nos anos setenta uma carreira musical sólida, enquanto duo. De origem açoriana, a pequena Lúcia cresceu para o mundo, desenvolvendo uma carreira musical invejável, com vários álbuns de sucesso e uma participação no euro-festival da canção que lhe valeu, com apenas 19 anos, a melhor classificação de sempre de Portugal, naquele certame.

Lúcia Moniz tem mantido em paralelo uma respeitável carreira de atriz, com participações regulares nas principais produções de ficção nacional, mas aventurando-se também em voos mais altos, como foi o caso da sua participação no filme "Love Actually" ("O amor acontece"), de Richard Curtis, onde contracenou com o oscarizado Colin Firth.

O conceito de cada "Conta-me Histórias" é uma sessão de conversa com os músicos sobre o processo de criação de canções, a importância que eles dão à Palavra, no fundo sobre a sua vida. Conversas simples sobre o seu quotidiano, regadas com boa disposição e irreverência q.b. Os músicos fazem-se acompanhar da guitarra, piano, intercalando a conversa, cantando seis a oito temas da sua autoria.

Os "entrevistadores" de serviço vão alternando entre o programador cultural e jornalista musical, responsável pelo site de música portuguesa "Divergências", Artur Silva, o pivot de informação da RTP, Jorge Oliveira e o jornalista e crítico literário, Tito Couto.


Horário21h45
LocalCine Teatro Eduardo Brazão
MoradaR. Prof. Amadeu Santos
4405-594 Valadares

Telefone220 992 878
E-mail:presscasadacultura@mail.cm-gaia.pt
Preço:Normal: 6 Euros
Passaporte Cultural: 4 Euros

Bilheteiras:Os bilhetes estarão à venda, a partir do dia 04 de fevereiro, na Casa Barbot/Casa da Cultura e no Cine Teatro Eduardo Brazão.
Observações:O Ciclo "Conta-me Histórias" é um evento Passaporte Cultural. 

Fonte:Gaia Global
Enviar um comentário