Espectáculo de Beneficência ”Hino à Vida”

Texto e Fotos retirados do blogue de José Dionisio

Foi com enorme prazer que fiz a cobertura do espectáculo de Beneficência ”Hino à Vida” realizado ontem no Teatro São Luis em Lisboa.
Posteriormente vai ser posto à venda o DVD da filmagem integral do espectáculo em que os fundos vão reverter 100%  para a Associação Nacional do Ventilado Crónico.
Vejam este pequeno testemunho destas três pessoas que são um exemplo para todos nós.


"Eu sou a Josélia tenho 61 anos e vivo numa unidade hospitalar do Hospital de Curry Cabral há 10 anos, tenho esclerose lateral amiotrófica que me paralisou os músculos e que me colocou dependente de uma máquina para respirar.
Eu sou o Paulo tenho 38 anos, tive um acidente de trabalho aos 29 anos fiquei tetraplégico e ventilado artificialmente.

Eu sou a Irene, mãe do Miguel de 38 anos que tem paralisia cerebral e vive através de um ventilador para respirar, acompanho-o diariamente nesta Unidade e o meu Amor pelo Miguel é maior do que tudo, eu sou Ele e ele é Eu.

O que temos todos em comum?! A dependência de um ventilador que precisamos para respirar e a dependência de terceiros para cuidarem de nós.

Éramos Pessoas activas, livres na ascensão da palavra com vidas em construção, no momento em que tudo isto sucedeu nas nossas vidas TUDO mudou e a nossa realidade transformou-se radicalmente.

Eu, Josélia a mais antiga do grupo mantive o desejo de continuar a criar, a gerir e principalmente de VIVER! Concentrei-me nas capacidades e no potencial que me restava, na minha determinação e inteligência.
Conjuntamente com um grupo de amigos do hospital, com familiares e amigos de sempre e iniciei um Projecto de Ajuda.
Associamo-nos e desenvolvemos actividades para angariar fundos para a construção da Escola Marie Riviére em Nampula que auxilia 3000 crianças carenciadas, e desde então já passaram 5 anos.

Eu, Paulo, cheguei à Unidade do hospital Curry Cabral no ano de 2009 transferido do Hospital Militar, sou Sargento do Exército e por isso a minha vida sempre foi muito activa, andei por esse mundo fora em missões e um acidente colocou-me nesta realidade diferente.
Ainda sinto revolta do que se sucedeu mas resolvi criar novos objectivos de vida, adoptar novas lutas e por isso, associei-me a este projecto humanitário pois também sou Pai, sou filho e desejo poder ajudar a proporcionar condições de Educação e Saúde a estas crianças.

Eu, Irene mãe do Miguel que não pode expressar o que sente, falo e expresso-me por ele. Também nós nos associamos ao Projecto de Ajuda Humanitário e apadrinhamos uma criança em Nampula, eu pessoalmente adoro crianças porque arrancam-me sorrisos do mais íntimo do meu Ser mesmo quando não tenho vontade de o fazer. Eu e o Miguel queremos ajudar estas crianças de Nampula e apoiar esta Escola, tal como mais 25 crianças em São Tomé e Príncipe, ajudando na compra de material de construção para levantar as paredes e tecto de um barracão-creche de que tivemos conhecimento através de uma enfermeira que veio de uma missão nesta Ilha."





Depois de várias iniciativas ao longo destes 5 anos, falta-nos ainda algum dinheiro para estas obras terem continuidade, juntámo-nos aos nossos amigos e propusemos a realização de um evento de solidariedade que ajudasse as nossas obras, a ideia começou a ter forma, a crescer e a tomar proporções que nem nós imaginávamos. No decorrer destes acontecimentos a artista Maria Henrique propôs-nos a realização de um livro auto biográfico, projecto no qual estamos a trabalhar actualmente.
O lançamento do livro que se realizou ontem, as receitas decorrentes da sua venda
reverterão para a Associação Nacional do Ventilado Crónico (ANVC) da qual somos Sócios Embaixadores e que tem como objectivo principal a criação de Unidades pensadas e estruturadas para acolher Pessoas que viram as suas vidas transformadas como nós, retirá-las do meio Hospitalar e dar-lhes uma Casa.

Vamos apoiar todos esta causa.


Quem estiver interessado na compra do livro - http://www.edicoesesgotadas.com/livro?i=28 


  Apresentadores:

Helena Almeida, Teresa Silva, João Baião e Catarina Furtado, Nicolau Breyner e Fernanda Serrano, Eládio Clímaco, Helena Ramos

Artistas Convidados:
Ana Zanatti
Anita Guerreiro com a Participação dos Bombeiros Voluntários da Moita
Maria da Fé
Teresa Tapadas
Janita Salomé e Vitorino
Lenita Gentil
Lúcia Moniz
Rui Andrade
Marco Paulo
Lara Li acompanhada por Joseph Azevedo
Rúben Varela
Miguel Gameiro

Rita Guerra
Susana Félix
Gabriela Barros e Diogo Branco
Ricardo Soler
João Gil e Luís Represas
Simone de Oliveira e Nuno Feist
Encerramento:
“Hino à Vida” com interpretação de Rúben Varela acompanhado dos “Armazém Aér(i)o”



Fonte: José Dionisio
Enviar um comentário