Martinho da Vila no Terreiro do Paço



Um pouco depois das 17:00, o comissário geral António Grassi sobe ao palco para apresentar os músicos presentes no segundo dia de espectáculos gratuitos no Terreiro do Paço, em Lisboa. Portugal e Brasil abraçam-se num concerto luso-brasileiro composto por artistas como Carminho, José Ricardo, Paulo Gonzo, Zeca Baleiro, Boss AC e Martinho da Vila.
Carminho espalha o fado pela praça com “Bom dia, amor” e “Alfama”, de Amália Rodrigues.
De seguida, aparece José Ricardo, que apresenta o novo tema editado com Tim dos Xutos e Pontapés, acompanhado por guitarra e pandeireta.

Com aplausos, vem a palco Paulo Gonzo, e canta temas como “Jardins Proibidos” e “Leve Beijo Triste” ao lado de Lúcia Moniz.
Mais uma vez, as palmas do público fazem-se ouvir alto quando se vê Zeca Baleiro.
O músico brasileiro prolonga-se em palavras sobre as comemorações do Ano do Brasil em Portugal e afima ser preciso “fazer o trânsito inverso e levar a música portuguesa ao Brasil”.
“Viva Portugal, viva o Brasil”, grita Boss AC, que realça a beleza do espaço da Praça do Comércio. O rapper português teve presentes temas conhecidos como “Princesa (Beija-me Outra Vez” e “Sexta-Feira (Emprego Bom Já)”. Por fim, vê-se o muito aguardado Martinho da Vila com um sorriso largo. “Queremos trazer alegria”, diz o cantor brasileiro que lança hoje o seu novo disco em Portugal, “4.5 Atual”, uma reedição do seu primeiro álbum.
Ao longo do evento é visível o carinho entre músicos portugueses e brasileiros e é fortemente marcada a necessidade de um festival como Brasil Portugal Agora 2012-2013.


Depois de festivais literários, seminários, peças de teatro, gastronomia e concertos, é dada como terminada uma das viagens do Brasil em Portugal que se estende até Junho de 2013. 




Fonte: Hardmusica
Enviar um comentário