"Vivo em qualquer lugar onde seja feliz"


Teste Americano

"Vivo em qualquer lugar onde seja feliz"

A cantora e actriz seria incapaz de se dedicar em exclusividade apenas a uma das várias vertentes artísticas que explora, mas não se importaria nada de vestir a pele de elis regina no cinema



Lúcia Moniz já não editava um disco há quase sete anos, mas "as saudades do palco falaram mais alto" e trouxeram-na de volta às canções com ‘Fio de Luz', um disco que "procura o lado positivo de tudo na vida". Lúcia Moniz não tem razões de queixa. Aos 34 anos já brilhou em várias frentes - até numa grande produção cinematográfica que a levou a contracenar com algumas das estrelas mais brilhantes da constelação britânica: Colin Firth, Emma Thompson, Hugh Grant ou Rowan Atkinson. Na música, tem quatro discos de originais e já dividiu o palco com Nelly Furtado e Nuno Bettencourt. Se tivesse de escolher uma só área profissional, por qual optaria?

a) Televisão, cinema, teatro

b) Música

c) Seria incapaz de escolher

Além da habitual bagagem de férias, o que é que nunca poderia deixar de levar para uma estadia numa ilha paradisíaca?

a) A minha filha Júlia

b) O portátil, o telemóvel e o iPad.

c) Livros e o protector solar

‘Fio de Luz' é o título do seu mais recente álbum de originais, que foi composto na cidade de Toronto (Canadá), onde esteve alguns meses a viver sozinha. Afirmou que este álbum é, em grande parte, o fruto dessa experiência. Porquê?

a) Porque a solidão é a melhor companheira dos artistas, favorecendo o processo de criação

b) Porque a vibração da cidade, a paisagem, as suas gentes afáveis e educadas, os seus jardins e casas de tijolo me inspiraram

c) O disco foi composto em Toronto mas poderia ter sido em outro sítio qualquer, assim houvesse inspiração para isso

Como é ser filha de dois artistas (Caros Alberto Moniz e Maria do Amparo) e crescer sempre rodeada de música portuguesa?

a) É aprender a cantar com a mesma naturalidade com que uma criança aprende a falar ou a andar

b) A música é apenas uma das muitas referências familiares que partilhamos

c) É como crescer no seio de outra família qualquer. Além da genética, conta também a formação, que iniciei muito cedo, na Academia de Música de Santa Cecília

Se tivesse de escolher um lugar para viver para sempre, qual seria?

a) Portugal

b) Estados Unidos ou Canadá

c) Uma ilha nas Caraíbas

d) Vivo em qualquer lugar onde me sinta feliz

Ser português lá fora é:

a) Ter uma forma muito particular de ver, sentir e estar no Mundo. Mesmo lá fora, mantemos as nossas particularidades

b) Uma luta constante pelos nossos direitos, sobrevivência e reconhecimento

c) É agarrar muitas oportunidades que em Portugal não existem

Se lhe saísse o Euromilhões, o que faria?

a) Partia para parte incerta e só depois decidiria o rumo a dar ao dinheiro

b) Desatava a realizar todas as excentricidades que me passassem pela cabeça

c) Não mudava nada de especial na minha vida. Apenas ajudava família e amigos.

d) Se sair, logo pensarei nisso...

Com que nomes do panorama artístico internacional faria um dueto e contracenaria sem hesitar?

a) Carla Bruni e Audrey Tautou

b) Avril Lavigne e Jeniffer Love Hewitt

c) Diana Krall e Meryl Streep

d) Joan as Police Woman e Cate Blanchett

Se fosse convidada para encarnar o papel de uma grande diva no cinema, qual das seguintes estrelas gostaria de interpretar?

a) Marilyn Monroe

b) Elis Regina

c) Severa

Das várias personagens que já teve a oportunidade de interpretar no cinema ou no teatro, com qual mais se identificou?

a) ‘Aurélia', do filme ‘O Amor Acontece'.

b) ‘Maria', do musical ‘Música no Coração'.

c) ‘Anita', da peça ‘West Side Story'

d) É completamente impossível escolher apenas uma.



Fonte:Correio da Manhã
Enviar um comentário